O que é Transtorno Opositor Desafiador (TOD)?

10/11/2022 | Autoconhecimento, Comportamento

O Transtorno Opositor Desafiador (TOD) é um complexo comportamental diagnosticado em crianças. Como o próprio nome sugere, esse distúrbio faz com que a pessoa tenha uma personalidade marcada pela contradição e desafio junto às figuras paternas.

Deste modo, o traço mais comum está na desobediência desmedida. Indo além das implicâncias e birras, a criança decide agir de modo unilateral e sem nenhum tipo de limite, criando traços cada vez mais acentuados de descontrole.

Hoje, o Transtorno Opositor Desafiador traz sintomas muito característicos e ligados à uma rebeldia descabida. Felizmente, os papéis dos pais estão mais claros e o acesso à informação permite identificar o melhor momento para intervir e buscar uma profissional qualificada.

LEIA MAIS: Como identificar a depressão infantil?

 

Quais os sintomas do Transtorno Opositor Desafiador?

O Transtorno Opositor Desafiador é caracterizado por comportamentos negativos. Podemos citar como exemplos uma irritação desproporcional, a necessidade de desafiar autoridades da família e a desobediência sem motivos.

Vale a pena destacar que o TOD traz sinais e sintomas bem característicos:

  • Sinais de remorso após explosões de raivas
  • Ansiedade
  • Irritabilidade
  • Necessidade de desafiar figuras de autoridades (pais, professores e avós)
  • Birras, choros e ações mais agressivas como resposta a algo que o impeça de agir de modo autoritário

Entre esses sintomas é fundamental destacar o arrependimento. Após todo o episódio, a criança com Transtorno Opositor Desafiador se mostra arrependida e sem explicar o porquê de atitudes passadas.

LEIA TAMBÉM: Psicologia infantil: como é feita a terapia com crianças

 

Qual o papel da família ao lidar com o Transtorno Opositor Desafiador?

Felizmente, a família tem um papel importante no tratamento. Além de levá-lo a sessões de terapia, os pais conseguem adotar linguagens claras de comunicação, barreira que dificulta o entendimento entre pais e filhos.

Neste caso, em especial, a figura de autoridade deve destacar as regras e suas respectivas razões. Tudo deve ser feito com firmeza e de modo objetivo, sem dar espaços para outros entendimentos.

Outro ponto que a família pode ajudar é na compreensão. Ao ter em mente que a criança possui um transtorno, não há alternativa senão ser paciente e garantir que ela tenha o tratamento adequado.

Em relação ao atendimento, ele varia bastante e depende do grau do TOD na criança. Muitas vezes, as sessões podem ser suficientes, já em outros momentos há a necessidade de intervir junto de medicações que facilitam o controle das emoções e evitam episódios de irritabilidade.

Para isso, você pode entender os sintomas e conversar diretamente com uma psicóloga. Deste modo, é possível tirar todas as dúvidas e garantir que a criança realmente sofre com o TOD.

Se você possui uma criança com Transtorno Opositor Desafiador e precisa de ajuda especializada, venha conhecer a Desenvolviver Focus.  

Criado em 2017, pela psicóloga Fernanda Correa Brito Araujo (CRP 06/102387), o consultório de psicologia está localizado próximo ao metrô Santa Cruz, zona sul de São Paulo, e conta com equipe de psicólogas experientes e com diferentes especializações, todas credenciadas no Conselho Regional de Psicologia.

Além do atendimento presencial, a Desenvolviver oferece psicoterapia online. Para agendar a sua consulta, ligue (11) 3539-2939 (também WhatsApp) ou mande um e-mail para recepcao@desenvolviver.com.

Fernanda Brito

Fernanda Brito

Idealizadora e supervisora clínica da Desenvolviver, com especialização em Psicanálise Clínica e forte experiência em psicologia escolar e RH. Também promove palestras em empresas e eventos pelo Brasil, falando sobre temas como ansiedade, depressão, conflitos familiares, estresse pós-traumático, bullying, entre outros.

Newsletter

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.