Por que cuidar da saúde é um desafio para alguns homens?

04/11/2021 | Comportamento

Enquanto no mês de outubro o foco é conscientizar as mulheres sobre a importância de cuidar da saúde, em novembro é a vez de alertar os homens.

O Novembro Azul chama a atenção do público masculino sobre os riscos do câncer de próstata, doença que tira a vida de muitos homens quando não é descoberta a tempo, nem tratada adequadamente. Quem realiza o exame e oferece o diagnóstico completo é o urologista, médico especialista do sistema reprodutor masculino.

Entretanto, parece que homens e médicos – principalmente os urologistas – não possuem uma relação tão próxima como acontece com as mulheres e seus ginecologistas. O tal medo de perder a masculinidade costuma ser um dos motivos pelos quais os homens fogem do exame de toque, tão essencial para prevenir doenças graves na próstata.

Esta resistência abre portas para o surgimento de outros problemas, como diabetes, pressão alta e má circulação sanguínea.

 

Homens e o tabu que é cuidar da saúde

Todo homem é visto como o protetor, como aquele que cuida, não que é cuidado. Há um estereótipo de que um homem forte não fica doente e não precisa de médico, conceitos bobos que resultam na negligência da saúde e do bem-estar.

Por isso, quando alguns homens decidem ir ao médico para cuidar d saúde, mesmo que seja por conta de uma gripe, já estão com os sintomas intensificados e a recuperação acaba levando mais tempo do que deveria.

O mesmo acontece com a visita ao urologista. Quando decidem fazer os exames, às vezes já estão em estágios avançados da doença ou descobrem enfermidades que teriam sido tratadas facilmente logo no começo.

As piadinhas nas rodinhas de amigos também contribuem para o homem evitar ou postergar a bateria de exames recomendados pelo urologista. O que parece ser algo para descontrair, só faz com que o preconceito aumente e crie um abismo entre o homem e o cuidado com a saúde.

Além da fuga dos exames, os homens têm dificuldade de falar abertamente sobre sua sexualidade com um especialista e esclarecer dúvidas que poderiam levá-los a construir uma relação muto melhor e mais íntima com o próprio corpo.

Sendo assim, as ideias das campanhas do Novembro Azul servem justamente para quebrar este machismo, incentivar o homem a se autoconhecer e a dar mais valor para a prevenção de doenças, inclusive a do câncer de próstata.

Mais do que despertar a necessidade da ida ao médico, as campanhas também incentivam os homens e procurarem ajuda psicológica, seja para superar os momentos difíceis passados durante o tratamento de doenças na próstata, seja para se perceber de forma mais humana.

A fertilidade é de extrema importância para o homem e retomar a vida depois de um diagnóstico e/ou tratamento de câncer de próstata pode ser difícil, pois abala a autoconfiança. Para quem está descobrindo a própria sexualidade, a terapia pode ajudar no autoconhecimento e autoestima.

Portanto, se você precisa de ajuda para se conhecer melhor e, desta forma, cuidar da saúde e de si próprio de forma mais satisfatória, venha conhecer a clínica de psicologia Desenvolviver.

Criado em 2017, pela psicóloga Fernanda Correa Brito (CRP 06/102387), o consultório de psicologia está localizado próximo ao metrô Santa Cruz, zona sul de São Paulo, e conta com equipe de psicólogas experientes e com diferentes especializações, todas credenciadas no Conselho Regional de Psicologia.

Além do atendimento presencial, a Desenvolviver oferece a psicoterapia online. Para agendar a sua consulta, ligue (11) 98229-5799 ou mande um e-mail para recepcao@desenvolviver.com.

Fernanda Brito

Fernanda Brito

Idealizadora e supervisora clínica da Desenvolviver, com especialização em Psicanálise Clínica e forte experiência em psicologia escolar e RH. Também promove palestras em empresas e eventos pelo Brasil, falando sobre temas como ansiedade, depressão, conflitos familiares, estresse pós-traumático, bullying, entre outros.

Newsletter

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat