Psicóloga também precisa fazer terapia?

20/08/2020 | Para Psicólogos

Você vê a sua psicóloga como uma pessoa sem conflitos, angústias e completamente capaz de lidar com as questões da vida sem grandes complexidades?

Você acha que a psicóloga clínica nunca confunde suas questões pessoais com as aflições do paciente?

Fazemos grandes idealizações sobre a profissional que nos atende. Queremos acreditar que os conflitos e dúvidas são só nossos e colocamos a psicóloga no lugar de saber absoluto e projetamos nela toda a perfeição que gostaríamos de ter.

Porém, a verdade é que, como humanos, somos mais parecidos do que gostaríamos de ser e todos enfrentamos conflitos internos e externos (alguns com mais maestria e outros com mais dificuldades).

Você já se perguntou como clínicos profissionais de Psicologia cuidam de seus próprios problemas?

Fazendo psicoterapia.

O profissional de Psicologia cuida das pessoas, mas também precisa ser cuidado. Ele é orientado a fazer terapia desde a faculdade.

Durante o curso de Psicologia, a(o) estudante procura as sessões para ter um entendimento maior da profissão e, principalmente, para cuidar de seus conflitos pessoais, sendo capaz de diferenciar-se da(o) paciente durante as sessões.

Se uma psicóloga não é capaz de compreender seus sentimentos, traduzir suas sensações e interpretar seus comportamentos, dificilmente esta profissional conseguirá captar as emoções que emergem durante a sessão da(o) paciente, sem dissociar a(o) paciente de si mesma.

Podemos pensar, por exemplo, em uma paciente que teve o pai presente, moravam na mesma casa, porém não se sentia olhada por este pai. Imagina que esta paciente conte em sessão que, mesmo com o pai ao lado, não se sentia olhada e amada.

Agora, vamos pensar que, a psicóloga que atendeu esta paciente tenha perdido o pai em um acidente quando ainda era recém-nascida e acredita no seu íntimo que seria melhor para si ter tido um pai vivo, independentemente de como se comportaria, do que ter perdido o pai tão nova.
Se a psicóloga do exemplo acima não passar por um processo de terapia pessoal para compreender suas questões paternas, ela poderia facilmente projetar na paciente seu desejo de ter tido um pai presente. Poderia invalidar a fala da moça, dizendo que seu lamento por ter tido um pai que não a olhava é injusto, já que ele pelo menos estava vivo e próximo.

 

Por que um psicólogo precisa fazer terapia?

Você deve se perguntar: será que minha psicóloga já enfrentou o problema que eu estou passando? E eu te respondo: não importa!

Saber se o outro foi submetido ao mesmo processo que você e o que ele fez para solucionar não torna a sua caminhada mais simples. Cada um tem uma construção psíquica e está inserido em um ambiente único, cada uma de suas questões tem um pano de fundo exclusivamente seu.

Portanto, não importa se sua psicóloga passou ou não por aquele problema, mas sim, se ela é capaz de sentir empatia por suas dores e ouvir sem julgamentos.

 

O profissional de Psicologia também passa por supervisão

A supervisão, um dos pilares de uma psicanalista, é orientada por uma psicóloga-mentora ou professora. As profissionais apresentam casos para serem analisados, pensados e estudados, para que emerja novas formas de condução.

Vale reforçar que o sigilo é um dos pilares da psicologia. Logo, durante a supervisão são revelados fragmentos do caso passíveis de análise e são excluídas as informações pessoais da (do) paciente.

Enfim, fazer terapia, à medida que exerce a atividade, é de extrema importância para a psicóloga.

Portanto, se você é psicóloga e precisa de auxílio para se autoconhecer e ampliar a qualidade do seu trabalho, venha conhecer a clínica de psicologia Desenvolviver.

Criado em 2017, pela psicóloga Fernanda Correa Brito (CRP 06/102387), o consultório de psicologia está localizado próximo ao metrô Santa Cruz, zona sul de São Paulo, e conta com equipe de psicólogas experientes e com diferentes especializações, todas credenciadas no Conselho Regional de Psicologia.

Além do atendimento presencial, a Desenvolviver oferece a psicoterapia online. Para agendar a sua consulta, ligue (11) 98229-5799 ou mande um e-mail para recepcao@desenvolviver.com.

Fernanda Brito

Fernanda Brito

Idealizadora e supervisora clínica da Desenvolviver, com especialização em Psicanálise Clínica e forte experiência em psicologia escolar e RH. Também promove palestras em empresas e eventos pelo Brasil, falando sobre temas como ansiedade, depressão, conflitos familiares, estresse pós-traumático, bullying, entre outros.

Newsletter

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *