O que faz um neuropsicólogo e quando é hora de procurá-lo?

neuropsicologo

O que faz um neuropsicólogo e quando é hora de procurá-lo?

Especialista em duas frentes, a psicologia e a neurologia, o neuropsicólogo desempenha um papel central em determinados tratamentos e diagnósticos. Esta área da ciência trabalha diretamente a relação do sistema nervoso com o comportamento humano, sendo responsável, portanto, por estudar e compreender a forma como o cérebro afeta as funções cognitivas.

Na prática, o profissional, que pode atender em consultórios, clínicas, instituições de ensino e hospitais – com atuação, inclusive, na área forense –, visa capacitar o paciente a tomar as melhores decisões para a sua vida, com base em seu conhecimento e as funcionalidades cerebrais.

Mas, você sabe quando procurar um neuropsicólogo? Ou, ainda, de que forma o profissional pode ajudar, efetivamente, determinados pacientes? Continue a leitura deste texto e entenda quando procurar este tipo de profissional.

 

O que é neuroposicologia?

A neuropsicologia surgiu na primeira metade do século XX, após o advento da psicanálise, com foco na relação e compreensão sobre a forma como o cérebro influencia em nossas funções cognitivas. Isso inclui, por exemplo, habilidades que fazem parte do nosso dia a dia, como:

  • Atenção;
  • Memória;
  • Raciocínio;
  • Capacidade de julgamento;
  • Comportamento;
  • Emoções.

A especialidade foi instituída pelo Conselho Federal de Psicologia apenas em 2004, mas sua história remonta do final do século XIX e início do século XX. Na ocasião havia uma demanda emergente dos soldados que foram feridos durante a guerra e sofriam com lesões cerebrais e alterações comportamentais, de raciocínio, memória e linguagem.

Os especialistas na época começaram, então, a investigar a forma como o cérebro se relacionava com as nossas funções cognitivas. E é justamente esta a função do neuropsicólogo: entender o papel dos sistemas cerebrais individuais nas emoções, personalidade e comportamento, para um melhor diagnóstico e prognóstico de pacientes.

 

Quando procurar um neuropsicólogo?

O encaminhamento ao neuropsicólogo é geralmente feito por outros profissionais da área da saúde, como, por exemplo, clínicos gerais, geriatras ou pediatras. Mas há situações que evidenciam, mais do que outros, a necessidade de procurar ajuda profissional especializada.

É o caso, por exemplo, de pessoas que sofrem traumas ou lesões no cérebro que podem modificar drasticamente o comportamento. Da mesma forma, pacientes com doença de Parkinson, doença de Alzheimer, demência e epilepsia podem procurar um neuropsicólogo para entender ainda mais a condição de suas funções cognitivas.

Pessoas diagnosticadas com transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH), Transtorno do Espectro Autista (TEA), transtornos de aprendizagem e outros problemas de neurodesenvolvimento também podem fazer uma avaliação com este tipo de profissional para entender a forma como esses problemas influenciam seu comportamento.

LEIA MAIS: Terapia para idosos: precisamos falar sobre isso

 

Como é feito o tratamento?

O trabalho de um neuropsicólogo é complexo e dividido em etapas, que contemplam:

  • Investigação e avaliação das funções cognitivas e de personalidade;
  • Entrevistas com pacientes;
  • Conversas com os familiares;
  • Testes e escalas; e,
  • Exames de imagem, em alguns casos.

As informações servem como base para determinar possíveis diagnósticos neurológicos, recomendar o tratamento adequado e monitorar o avanço de desordens ou lesões cerebrais.

Uma alternativa importante – e necessária –, que ajuda a evitar que as pessoas levem anos para encontrar um tratamento adequado ou administrar seus sintomas.

LEIA TAMBÉM: Como identificar e tratar doenças psicossomáticas

Precisa de apoio nesse processo? Na Clínica Desenvolviver você receberá toda a assistência de psicólogas certificadas. Criado em 2017, pela psicóloga Fernanda Correa Brito Araujo (CRP 06/102387), o consultório de psicologia está localizado próximo ao metrô Santa Cruz, zona sul de São Paulo, e conta com equipe de psicólogas experientes e com diferentes especializações, todas credenciadas no Conselho Regional de Psicologia.

Além do atendimento presencial, a Desenvolviver oferece psicoterapia online. Para agendar a sua consulta, ligue (11) 3539-2939 ou mande um e-mail para recepcao@desenvolviver.com.

Fernanda Correa Brito Araujo
Fernanda Correa Brito Araujo

Idealizadora e supervisora clínica da Desenvolviver, a psicóloga Fernanda Correa Brito Araujo (CRP 06/102387) tem especialização em Psicanálise Clínica, Neuropsicologia e Psicologia do Trânsito, forte experiência em Perícia Forense, Psicologia Escolar e Recursos Humanos, com passagem por multinacionais como Roche, Allergan e General Eletric do Brasil.

Categorias
Veja também
Contato
Siga Nossas Redes