Como diminuir a vontade de comer compulsivamente

por | dez 13, 2017 | Questões Emocionais | 0 Comentários

Alguns alimentos como chocolate, pizza, frituras e massas em geral provocam a falsa sensação de alívio, prazer, e até de bem estar ao serem consumidos, se construindo uma ligação mental em que eles precisam ser ingeridos novamente sempre que houver situações difíce

Quebrar esse paradigma – do ato de comer para se sentir melhor – que por hora pode ser consciente e outra não, é necessário treinar, reorganizar e condicionar o nosso cérebro a pensar diferente, formar novas conexões de “quando” e “como comer”.

Para isso, existem algumas formas que são elas:

 

Não pense em dieta ou de se privar, mas sim, evitar de comprar alimentos calóricos:

Alimentos gordurosos, com muito sal e carboidratos costumam inchar e não sustentam pelas quantidades de horas necessárias, para não precisar comer em um curto prazo de tempo. Sendo o ideal, comer a cada 3-4 horas.

Já comer alimentos ricos em fibras e nutrientes proporcionam a sensação de estar satisfeito adequadamente por mais tempo,  ingerindo menos quantidade e sem sentir culpa e leveza mental.

Procurar receitas doces menos calóricas, beber muita água e  tomar chás (o chá verde, por exemplo) são complementos excelentes!

Praticar o não:

Nem tudo que oferecem precisa aceitar a comer, além de mudar a forma de comemorar, reuniões familiares, passeios, sem que a comida seja a única distração e diversão.

Identificar sentimentos e situações:

Observar quais são as circunstâncias que levam a comer de forma descontrolável é o início para a superação. Por exemplo: o indivíduo tem uma rotina agitada, não consegue se organizar e por isso se alimenta mal ou se cobrar em excesso sem planejar, se decepciona e come o que vê pela frente.

Dedicar pelo menos 30 minutos:

Tempo mínimo para se concentrar em cada refeição, sendo as principais: café da manhã, almoço e jantar, mastigar devagar, não mexer no celular e pensar em outras coisas que são sejam os problemas enquanto esta comendo.

Escovar os dentes:

Já tentou comer após escovar os dentes? O sabor em contato com o alimento não é muito agradável, o que acaba inibindo.

Fazer exercícios moderadamente:

Praticar atividade física libera endorfina que são os hormônios responsáveis pelo bem estar e intensifica/ motiva a mudança de hábitos.

Procurar acompanhamento profissional:

A consulta de profissionais da área da saúde, psicólogos, nutricionistas, facilitam e ajudam o indivíduo a colocar em prática e manter os novos hábitos, tornando- se fundamental para a modificação de pensamentos, rompimento de crenças limitantes e potenciais.


Fernanda Brito

Fernanda Brito

Idealizadora e supervisora clínica da Desenvolviver, com especialização em Psicanálise Clínica e forte experiência em psicologia escolar e RH. Também promove palestras em empresas e eventos pelo Brasil, falando sobre temas como ansiedade, depressão, conflitos familiares, estresse pós-traumático, bullying, entre outros.


0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Psicoterapia em São Paulo

A clínica Desenvolviver é especializada em psicoterapia clínica presencial e psicologia online.
Atendemos convênio e particular.
CRP/SP 06/6482/J

Localização

Estamos na Vila Mariana, perto da estação Santa Cruz. | Rua Afonso Celso, 469 – São Paulo (SP) | Cep: 04119-001

Agende sua sessão agora!

Telefone: 11 3539-2939
WhatsApp: 11 98229-5799