Ana X Mia: o que são e as diferenças entre elas

23/10/2017 | Identidade Corporal, Universo Feminino

Os Transtornos Alimentares são caracterizados por um grave distúrbio psicológico e de comportamento alimentar que traz diversos tipos de prejuízos ao indivíduo.

Neste texto falaremos sobre dois tipos: a Bulimia (“apelidada” por Mia) e Anorexia (“apelidada” por Ana).

As pessoas que apresentam bulimia, durante os episódios compulsivos, sentem um desejo excessivo e incontrolável de comer, que podem ocorrer várias vezes por dia e ser ingeridas até mais do que 10.000 Kcal (DSM-IV. 1994; CID -10. 1993. Walsh. 1993).

Essa prática pode levar a sérias complicações de saúde como inflamação na garganta, desidratação, desmaios, arritmia cardíaca, problemas gastrintestinais e desnutrição.

A insatisfação com o próprio corpo, baixa autoestima, impulsos nervosos, ansiedade, tristeza, a predisposição genética, preocupação obsessiva com a forma física, pressões sociais e familiares são levantadas como as principais causas.

Já a Anorexia apresenta a recusa de se alimentar e em manter o peso minimamente normal à idade e altura, pois a pessoa olha no espelho e não se vê como realmente ela esta. Mesmo estando muito magra se enxerga gorda, muito acima do peso.

Essa distorção da própria imagem corporal, medo de ganhar peso e de se manter gordo, leva a pessoa a ter repulsa pelos alimentos, dietas severas e muito restritivas, repetições inadequadas de exercícios físicos e ainda consumo de remédios e métodos para emagrecer ainda mais. As metas de peso determinadas se tornam cada vez mais prejudiciais à saúde e a vida do individuo.

Apesar de ambos os Transtornos terem a preocupação patológica com a imagem corporal, a Anorexia tem o lado perfeccionista ainda maior, na qual a sua característica mais marcante é a magreza exagerada, que pode chegar a um grau de desnutrição extrema chamada de caquexia.

Essa prática pode levar a alterações metabólicas, gastrintestinais e cardiovasculares, além de unhas e cabelos quebradiços, sede excessiva, tontura, pouca tolerância ao frio, cefaleia, anemia e distúrbios de coagulação. (DSM-IV. 1994; CID- 10. 1993).

Em alguns casos, a pessoa pode desenvolver a Bulimia e Anorexia ao mesmo tempo, sendo que os dois podem levar à morte.

O tratamento adequado para os Transtornos Alimentares indicados acima, é multidisciplinar que envolve médico, psicólogo, psiquiatra e nutricionista.

Para saber mais sobre esses Transtornos Alimentares, entre em contato conosco.

Fernanda Brito

Fernanda Brito

Idealizadora e supervisora clínica da Desenvolviver, com especialização em Psicanálise Clínica e forte experiência em psicologia escolar e RH. Também promove palestras em empresas e eventos pelo Brasil, falando sobre temas como ansiedade, depressão, conflitos familiares, estresse pós-traumático, bullying, entre outros.

Newsletter

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat