Como a baixa autoestima impede a nossa felicidade?

por | dez 19, 2019 | Questões Emocionais | 0 Comentários

Você sabe o que é autoestima? Ela diz respeito à maneira como cada um enxerga a si próprio e aceita as suas qualidades e defeitos.

A autoestima está muito ligada ao autoconhecimento. Quando alguém tem uma real noção das suas capacidades e limitações, toma decisões com maior segurança e aproveita de maneira mais assertiva as oportunidades que aparecem nos mais diferentes campos da vida.

Quem deixa de praticar o autoconhecimento apresenta maiores chances de desenvolver uma baixa autoestima, retardando o caminho que pode levar a uma vida mais plena e feliz.

 

Você sofre com a baixa autoestima?

A autoestima diz muito sobre as atitudes e decisões que são tomadas no dia a dia. Alguns comportamentos podem ajudar você a saber como anda a sua autoestima. Veja se algumas dessas situações se encaixam na sua vida:

  • Toma decisões com base na opinião alheia.
  • Espera o reconhecimento dos outros para se certificar de que está ou não fazendo a coisa certa.
  • Só sabe apontar os defeitos dos outros.
  • É uma pessoa extremamente insegura para tomar decisões.
  • Faz autocobranças excessivas, uma vez que define metas que nunca estão alinhadas à sua personalidade.
  • Coloca-se sempre em segundo plano.
  • Pratica a autossabotagem, por achar que não é merecedora das próprias conquistas.
  • Está sempre se sentindo culpada por não conseguir realizar os próprios sonhos ou por achar que nunca consegue fazer o bastante pelos outros.

E, então, você se identificou com uma ou mais situações?

A pessoa que apresenta baixa autoestima muitas vezes se comporta como alguém constantemente frustrado. Isso porque não consegue tomar decisões que favoreçam verdadeiramente o seu bem-estar.

Por não conhecer com propriedade as suas capacidades e limitações, acaba sempre se espelhando no comportamento e opiniões dos outros. Dessa forma, a curto, médio e longo prazos essas escolhas se tornam fardos, deixando a pessoa cada vez mais ansiosa e deprimida.

LEIA MAIS: Quais os sintomas da depressão?

 

Sim, é possível impedir que a baixa autoestima seja um obstáculo na sua vida!

Se você já percebeu o quanto a falta de autoconhecimento prejudica a sua vida, é hora de agir! Sempre há tempo para buscar a autoestima, conhecer a si mesmo e lutar por uma vida mais independente e feliz.

Separei aqui algumas dicas simples para você colocar em prática e, aos poucos, espantar a baixa autoestima da sua vida. Veja:

  • Pratique o autoconhecimento

Partindo de você mesmo e com a ajuda dos amigos mais sinceros, faça uma lista das qualidades e defeitos que você possui. Deixe de lado o medo de ser arrogante ou modesto demais e reúna o máximo possível de informações que possam ajudar você a traçar sua própria personalidade.

  • Valorize as suas conquistas

Quais as coisas mais bacanas que você já conquistou? Fez uma viagem internacional com suas próprias economias? Concluiu a faculdade? Criou um projeto voluntário? Enfim, reúna todas as coisas que aconteceram na sua vida e que merecem ser reconhecias, das mais simples às mais grandiosas.

  • Tenha conhecimento das suas capacidades

Quais capacidades fazem de você um profissional bem-sucedido, um amigo especial e um cônjuge muito amado? Mais uma vez, peça ajuda para as pessoas e enxergue todas as características boas que fazem de você alguém especial.

  • Conheça seus defeitos

Nenhum ser humano é perfeito, muito menos você. E conhecer os defeitos é um ótimo caminho para saber quais situações você deve evitar para construir uma vida mais leve e feliz. Conhecer suas falhas também vai ajudar você a encontrar formas de amenizá-las em prol da boa convivência com amigos, familiares e colegas de trabalho.

Como procurar ajuda?

Superar problemas de autoestima é um processo e a psicologia pode ajudar você a se aceitar e a levar uma vida mais satisfatória. Se você precisa e ajuda para superar problemas de baixa autoestima, conheça a clínica de psicologia Desenvolviver.

Criado em 2017, pela psicóloga Fernanda Correa Brito (CRP 06/102387), o consultório de psicologia está localizado próximo ao metrô Santa Cruz, zona sul de São Paulo, e conta com equipe de psicólogas experientes e com diferentes especializações, todas credenciadas no Conselho Regional de Psicologia.

Além do atendimento presencial, a Desenvolviver oferece a psicoterapia online. Para agendar a sua consulta, ligue (11) 98229-5799 ou mande um e-mail para recepcao@desenvolviver.com.

Para ler outros assuntos sobre o universo da psicoterapia, clique aqui.


Fernanda Brito

Fernanda Brito

Idealizadora e supervisora clínica da Desenvolviver, com especialização em Psicanálise Clínica e forte experiência em psicologia escolar e RH. Também promove palestras em empresas e eventos pelo Brasil, falando sobre temas como ansiedade, depressão, conflitos familiares, estresse pós-traumático, bullying, entre outros.


0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *