Você sabe o que é autoestima profissional?

08/12/2022 | Carreira

A autoestima profissional dita o sucesso ou o insucesso de qualquer um. Isso porque há uma relação não tão clara entre a coragem e a confiança que afetam diretamente nas decisões do ambiente de trabalho.

Na prática, ao ter uma percepção própria, seja positiva ou negativa, o contexto no qual você está inserido pode ser superado ou as dificuldades presentes podem ser acentuadas. Sendo assim, independentemente do seu nível de conhecimento, existe uma necessidade clara em alcançar uma boa saúde mental.

Caso contrário, pequenas barreiras ficam maiores do que deveriam e, aos poucos, fecham-se as oportunidades de avançar e chegar ao sucesso profissional.

Felizmente, hoje há um extenso campo de estudo sobre a autoestima profissional e já se sabe que a psicologia tem um grande papel na hora de evitar limitações impostas pelos próprios profissionais em suas carreiras.

LEIA MAIS: Vida profissional da mulher: quais desafios ela ainda enfrenta?

 

O que é e como a autoestima profissional nos afeta?

A autoestima profissional é a percepção que um indivíduo tem sobre si mesmo no ambiente de trabalho. Ao ser mais altivo durante as tarefas, a confiança possibilita melhores entregas e a coragem necessária para alcançar novos desafios.

Aqui vale a pena mencionar o trabalho de Carol S. Dweck, referência em psicologia social e psicologia de desenvolvimento, e atual professora da Universidade de Stanford. Originalmente publicado em 2006, Carol popularizou o termo “mindset” em seu livro de mesmo nome e destacou a importância da relação entre autoimagem, confiança e sucesso profissional.

Em resumo, a obra da escritora e psicóloga americana defende que a imagem construída sobre si afeta de forma positiva ou negativa a própria vida. Isto é, ao ter uma referência positiva, existem mais chances de tomar boas decisões, assim como uma percepção negativa tira a coragem necessária para disputar melhores colocações na carreira.

O trabalho de Carol sobre autoestima profissional se relaciona diretamente com outro psicólogo americano. Julian Rotter defendia a teoria de aprendizagem social e o termo lócus de controle, que considera a percepção intrínseca de eventos internos e externos.

Em ambas as obras, os psicólogos defendem que a autoestima não é imutável. Portanto, toda pessoa tem a oportunidade de adotar novos hábitos que a aproxime do sucesso profissional.

Isso não significa estudar, dedicar-se mais ou realizar mudanças abruptas na rotina, mas reduzir crenças sabotadoras que funcionam como barreiras e, consequentemente, afastam você de melhores cargos, salários mais altos e outros desafios que valem a pena no fim da jornada.

LEIA TAMBÉM: Transição de carreira após a maternidade: como fazer?

 

Como melhorar a autoestima profissional?

Melhorar a autoestima profissional ou até mesmo criá-la do zero não é uma tarefa simples. Para tê-la, é necessário mudar e criar perspectivas, especialmente em relação às próprias competências, como habilidades comportamentais e técnicas.

Para chegar neste resultado, o papel do atendimento psicológico é indispensável. Isso porque a profissional realiza uma investigação aprofundada capaz de identificar a raiz do problema e, a partir disso, realizar intervenções adequadas.

Deste modo, você não exclui pensamentos que limitam o seu sucesso, porém entende a razão deles existirem e os pontos que reforçam a sua excelência enquanto profissional.

CONTINUE LENDO: Como a psicoterapia atua na reorientação profissional?

Para começar essa nova mudança na sua autoestima profissional, você pode começar com a obra dos psicólogos citados neste artigo, Carol S. Dweck e Julian Rotter. Contudo, é possível ter um apoio mais eficiente com a presença de uma psicóloga aqui na Clínica Desenvolviver.

Criado em 2017, pela psicóloga Fernanda Correa Brito Araujo (CRP 06/102387), o consultório de psicologia está localizado próximo ao metrô Santa Cruz, zona sul de São Paulo, e conta com equipe de psicólogas experientes e com diferentes especializações, todas credenciadas no Conselho Regional de Psicologia.

Além do atendimento presencial, a Desenvolviver oferece psicoterapia online. Para agendar a sua consulta, ligue (11) 3539-2939 ou mande um e-mail para recepcao@desenvolviver.com

Fernanda Brito

Fernanda Brito

Idealizadora e supervisora clínica da Desenvolviver, com especialização em Psicanálise Clínica e forte experiência em psicologia escolar e RH. Também promove palestras em empresas e eventos pelo Brasil, falando sobre temas como ansiedade, depressão, conflitos familiares, estresse pós-traumático, bullying, entre outros.

Newsletter

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *